sábado, 1 de novembro de 2014

A Balada de Bonnie and Clyde

Por falar em filmes "daquele tempo", uma década depois de «Gata em Telhado de Zinco Quente» que "vimos" ontem, quem se lembra de ter visto «Bonnie and Clyde» com a belíssima Faye Dunaway e o galã Warren Beatty?

Ora vejam se se lembram.





Soube hoje pelo Henriquamigo da Travessa do Ferreira que já estão a filmar a versão portuguesa e o cartaz até já foi lançado.




E porque hoje é sábado, ainda deixo aqui a Balada de Bonnie and Clyde, na versão original dos bons velhos anos 60.


19 comentários:

  1. E, porque hoje é sábado, a saudade bate fundo... Belos momentos!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Gracinhamiga

    Muito obrigado pela revelação; mas sempre te digo que prefiro, de longe, o verdadeiro; a versão portuguesa rouba muito mais do que a original. E nós a vê-los roncar, ups, roubar. Ai que saudades do Buiça...

    Qjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou farta de dizer isso, Henriquamigo! Não haverá por aí um qualquer tetraneto do Buíça que nos liberte deste ladrões corruptos?!

      Eliminar
  3. O filme de ontem era bom... o de hoje também...Mas a minha grande expectativa está no da versão Portuguesa que a Graça apresentou!...Para quando a estreia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente andam já em ensaios há três anos e nunca mais saem ....

      Eliminar
  4. Acho que a versão nacional
    terá um argumento
    sonolento
    é que o roubo e o assalto
    faz-se através do salário

    nem os personagens aparecem
    nem outros figurões
    nem há perseguições

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dava jeito era que acabassem como acabaram os do filme...

      Eliminar
  5. Vi o filme no cinema e achei toda aquela gente muito estranha...e só não apanhei uma valente decepção, porque um amigo meu vira o filme antes e disse-me que a famosa Balada nem de perto nem longe fazia parte do filme, rrss

    A versão portuguesa está em cena há tr~es anos para mal dos nossos pecados !!

    Bom Novembro, Graça

    ResponderEliminar
  6. Gostei deste filme, não quero assistir à versão portuguesa...
    um beijinho e bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente andas/andamos todos a assistir há três anos sem intervalo. E nunca mais termina!

      Eliminar
  7. O filme por cá é sempre cortado nos pontos críticos da ação. Os bancos são roubados e os larápios nem sequer aparecem nas câmeras de segurança. Aparecem, depois, nas TVs a disfarçar, com palavreado para adormecer meninos.

    ResponderEliminar
  8. Estive a ver tudo o que tinha em falta, desde as bonitas casas onde não me importaria de viver, logo que tivesse uma cidade ou vila perto. Garanto-te que não sofreria de claustrofobia, Graça. Gosto do campo, para viver!

    Gostei de matar saudades relembrando os Beatles.

    Vi "Gata em Telhado de Zinco Quente", mas não acho que seja este o par mais bonito do cinema. Só comecei a gostar do Paul Newman quando ele começou a envelhecer....Adorei vê-lo no "A cor do dinheiro" e, sobretudo no filme "As Palavras que nunca te Direi", baseado no livro de Nicholas Sparks..
    O 1º que vi dele "O mais selvagem entre mil" , ainda uma miúda, fez-me detestá-lo, tal foi o personagem odioso que interpretou.

    "Bonnie and Clyde" vi mais do que uma vez e não gostei do final! :(

    Quanto à versão portuguesa, estou mortinha para ver! Quem sabe este par seja o vencedor dos Óscares da Roubalheira à Portuguesa.!!!!

    Tem uma boa noite!

    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Janita, pelo múltiplo comentário.
      O que eu gostava mesmo era que a versão nacional tivesse o mesmo final da história americana.... (também não gostei nada daquele final do filme, mas foi o que aconteceu na realidade...)

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Bonnie and Clyde: lembro que era tão jovem quando vi esse filme. É sempre bom recordar, Graça
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Lembro-me muito bem!
    Desejo que na versão portuguesa sejam postos a mexer...não precisam de ser abatidos a tiro, basta um voto no sítio certo!

    Abraço

    Rosa dos Ventos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem se vê que vives no perímetro do santuário...... eheheheh.....

      Eliminar
  11. ahahah... Então não havia de me lembrar, Graça ? rsrs
    ... e até já sei quem vai ser o próximo Bonnie ! rsrs ... a Clyde é que ainda não ! ahah
    ... Ai não tenha dúvidas ! ... Não ! eheheh

    Abraço e boa semana ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  12. Bonnie and Clyde? ao "quisto" chegou...

    o par romântico e "subversivo" virou "assombração" ...

    (vou roubar a imagem para FB)

    beijo

    ResponderEliminar
  13. Atão não lembro? Foi um filme que me empolgou e creio que ainda hoje sou capaz de o reconstituir tim tim por tim tim

    ResponderEliminar