sábado, 15 de novembro de 2014

Notícia da semana!



Encontrei no mural de um facefriend e não resisti... É que, tirando as habituais trapaças do "governo", a "galinha dos ovos de ouro" do irrevogável ministro e das detenções no caso dos vistos gold que nos põem os olhos em bico, esta foi, sem sombra de dúvidas a notícia da semana (que fica aqui para os mais distraídos...)

«Deu entrada no Ministério Público (MP) uma queixa contra António Albuquerque, marido da ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque. Em causa estarão alegadamente ameaças feitas a um jornalista do Diário Económico.

A queixa que deu entrada no MP, conta hoje o jornal i, diz respeito a uma troca de SMS que terá sido feita entre o ex-editor executivo daquele jornal, em que António Albuquerque reage a um artigo de opinião do jornalista e colega à data Filipe Alves.

António Albuquerque terá considerado que o jornalista em causa era “um calhau” e um “ser sem coluna”, revela o jornal i, que adianta também que, numa SMS, terá surgido a ameaça de enviar Filipe Alves para o hospital: “Metes a minha mulher ao barulho e podes ter a certeza que vais parar ao hospital”, pode ler-se.

Também o diretor do Diário Económico, António Costa, terá sido visado nas SMS: “Tu e o teu diretor [António Costa] são uns cabrões fdp", cita o jornal i de uma das SMS enviadas pelo marido da ministra.

Na sequência destes factos, o jornalista Filipe Alves terá exigido um pedido de desculpas formal ao antigo colega, tendo como resposta uma ameaça de processo, supostamente por ter descoberto a morada de António Albuquerque. Da parte do gabinete da ministra não terá havido comentários sobre o caso.

Da redação do Diário Económico terá surgido a confirmação de que António Albuquerque mudou o seu comportamento a partir de 2011, altura em que Maria Luís Albuquerque integrou o Governo, na altura como secretária de Estado do Tesouro, próxima do então ministro Vítor Gaspar.

O texto que terá suscitado as ameaças do marido da ministra foi publicado a 22 de setembro último e aborda a possível venda do Novo Banco. Ao jornal i, Albuquerque terá confirmado o teor das mensagens, acrescentando que não pedirá desculpas e que na sua vida "só [tratou] mal duas pessoas, precisamente Filipe Alves e António Costa, diretor do Diário Económico.

Recorde-se que, Albuquerque esteve também na EDP mas saiu de lá depois de a sua contratação ter sido conhecida do público.»

(in jornal Público)

17 comentários:

  1. Antoninho não destoa do grupo do Poder, ´so que parece ser bem mais desbocado...

    Bom fim de semana . sem frio

    Abraços

    ResponderEliminar
  2. Além de mentirosos , ignorantes , trafulhas , vigaristas , oportunistas , são malcriados.. Safa...
    M.A,A.

    ResponderEliminar
  3. Políticos? Todos no mesmo balaio... Uma corja!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Mudam de comportamento, mas não de carácter!

    Bom domingo Graça.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Muito baixo nível, Rogerito! Mas "mandam" e isso é que é trágico!

      Eliminar
  6. Parece-me que estas cenas são tão vulgares e de baixo nível como os seus donos.

    ResponderEliminar
  7. As maioria das notícias deste tipo, ultimamente, são mais anedotas, Graça!

    Ia escrever o mesmo que o comentador anterior, mas tive de alterar, ligeiramente!

    Andamos de mal para pior!

    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que pode haver pior?! Não nos safamos disto!!

      Eliminar
  8. Gracinhamiga

    Já escrevi sobre isso no Sorumbático...

    Mas.AGORA MESMO, UMA GANDA BRONKA: O ministro Miguel Macedo JÁ ERA... DEMITIU-SE; MAS GARANTE QUE NÃO TEM NADA COM OS VISTOS GOLD:::

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena não levar consigo o resto da pandilha, Henriquamigo....

      Eliminar
  9. Tenham lá paciência! Há tanto tempo que eu não ouvia uma declaração de amor tão vigorosa, como a do sr. Albuquerque. Defende a dama com unhas, dentes e punhos se preciso for. Grande leão! desceu foi à condição rasca de marialva.

    Afinal, como há dias desconfiei, sempre é verdade que o salitre está a dar cabo da fortaleza: o dr. Miguel Macedo, andante...

    ResponderEliminar