sábado, 11 de outubro de 2014

Rain and tears

De facto hoje 

«O dia deu em chuvoso.
A manhã, contudo, esteve bastante azul.
O dia deu em chuvoso.
Desde manhã eu estava um pouco triste.

Antecipação! Tristeza? Coisa nenhuma?
Não sei: já ao acordar estava triste.

O dia deu em chuvoso.»

(Álvaro de Campos)

E aí veio-me à memória a canção Rain and Tears dos bons anos 60 da autoria da banda «Aphrodite's Child».

Lembram-se? Era assim:




Reconheceram o vocalista? 

24 comentários:


  1. Olha o Demis Russos!! :))

    Gosto desta música! É quase da minha idade... e como a conheço desde que me conheço a mim, não podia não gostar! :))

    Beijinhos de Afrodite mulher
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. E o pior é chover-nos na alma! :(
    Quem diria que é ele?

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Leo. O pior é chover-nos na alma! Por isso ando a ver se disfarço...

      Eliminar
  3. Demis Roussos,of course,mas isto era muito bom,depois estragou tudo...

    ResponderEliminar
  4. Demis, esse do Parque Jurássico?
    Era bom, eu acho!
    Mas...prefiro isto
    é de Roger
    e tem lacito
    como o Rogérito

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Rogério,
      Gosto!! Por acaso até gosto bastante! :))
      É verdade... já tinha dito que gosto??

      Beijinhos, para já sem chuva.
      (^^)

      Eliminar
    2. Ah mas eu também gosto desse, Rogerito! Bom gosto!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Também eu!! Dançar era comigo!.... E que saudades!

      Eliminar
  6. Gosto muito desta música! Desta e tantas outras dos anos sessenta! Se agora me apelido de sonhadora, nessa altura até sonhava que havia de um dia pisar um palco!
    Imagina só que loucura!
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sonho nunca é uma loucura, Sonhadora! É pelo sonho que vamos - dizia o poeta...

      Beijinhos

      Eliminar
  7. ~ ~ ~ E passou meio século... ~ ~ ~

    ~ Tem vários sucessos interessantes.

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  8. Um dia chove, mas depois o Sol haverá de espreitar-nos.
    Já me sentei à espera que nos brinde com a sua graça.

    ResponderEliminar
  9. Demis Roussos, claro.

    Antes ou depois de fazer dieta, isso não sei.

    Obrigada por me fazeres rejuvenescer pelo menos durante os minutos da canção , rrss

    bom resto de fim de semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom é rejuvenescer, São, nem que seja por alguns minutos...

      Boa semana.

      Eliminar
  10. Nunca conheci o Demis assim magro, mas dancei ao som desta musica, tendo ela já uns anitos.

    Bom restinho de domingo e uma boa semana.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  11. Se o Demis Roussos ficou célebre a cantar aqui em grupo e a solo, não nos podemos esquecer do grande Vangelis Papathanassiou, que era o teclista do grupo e que nos encheu de bela música.
    E assim compunha Vangelis Papathanassiou em 1981, para o filme Chariots of Fire de Hugh Hudson, com o título em português Momentos de Glória

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade! O Demis Roussos depois tornou-se bem lamechas....

      Eliminar
  12. E Graça, obrigado por me fazeres lembrar esta música que dancei algumas vezes em bailaricos de garagem, aqui pelos Olivais e Encarnação.

    ResponderEliminar
  13. Hoje, domingo, só pingou. Nem uma réstia de sol. A temperatura adaptou-se à estação: está na altura de dar a volta aos guarda-roupas.

    Rain and Tears era (é) agradável ao ouvido, caía num instante no goto do "pessoal". Era quase obrigatório em bailes, bailaricos e atividades afins. Dizia-se, na época gloriosa do Demis Roussos, que isto era música para constituir família.

    O rapazinho das teclas parece-me um cavalheiro que, depois, se entusiasmou com coisas com mais substância; compôs a banda sonora de um certo filme cujo tema foi utilizado na apoteose do António Guterres. Lembra-se, Graça?
    Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembro-me muito bem: o Vangelis....

      Boa semana, amigo Agostinho.

      Eliminar
  14. Reconheci-o, mas acho que nunca o tinha visto tão elegante. Ele era bem giro. E gostei da música. Obrigada :)

    ResponderEliminar