quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

O desconcerto da Natureza

Janeiro entrou frio e chuvoso. Depois daquele Dezembro soalheiro de tardes primaveris, pensei que agora sim, tinha entrado o inverno. Não que eu goste por aí além do clima invernoso, mas as coisas querem-se a seu tempo.

As plantas no meu nano-mini-micro jardim andam completamente baralhadas. Senão, veja-se.

Os brincos-de-princesa continuam a florir.





As rosinhas de Santa Teresinha não param de desabrochar para a sua duração breve de um dia. «Essas volucres amo, Lídia, rosas /Que em o dia em que nascem, /Em esse dia morrem.» (Ricardo Reis)




A cameleira, que costuma dar botões com os primeiros frios de Novembro, ainda agora mostrou o seu primeiro botão.




 Está na altura de cortar as hortenses mas elas ainda estão a florir.









Últimas hortenses do ano

Que enorme desconcerto!!!


21 comentários:

  1. Não somos apenas nós que andamos desorientados. A natureza também anda na mesma.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Realmente, Graça, aí no teu jardinzinho anda um grande desconcerto, anda. As minhas hortênsias já só têm taroucos, mas ainda não houve tempo nem disposição para a poda. As cameleiras estão em botão...

    Lembrei-me do "Desconcerto do Mundo" de Camões e, para te animar, aqui fica mais um desconcerto. :))

    Os bons vi sempre passar
    no mundo graves tormentos;
    e, para mais me espantar,
    os maus vi sempre nadar
    em mar de contentamentos.

    Cuidando alcançar assim
    o bem tão mal ordenado,
    fui mau, mas fui castigado:
    Assim que, só para mim
    anda o mundo concertado.

    Já naquele tempo os (des)concertos não eram para todos. :))

    Beijinhos, Graça!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom este poema do nosso poeta maior!

      Beijinhos.

      Eliminar
  3. E não há nada mais que fazer, que adaptarmo-nos às circunstâncias climatéricas. : ) Nós e as plantas/flores! : )

    ResponderEliminar
  4. Amanhã vamos, entre outras coisas, comprar plantas de interior.
    Uma casa sem a cor e o cheiro das flores fica vazia.
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho!! Flores e animais de estimação são indispensáveis num lar, Pedro.

      Boas compras!

      Eliminar
  5. É como a Janita diz - o desconcerto do mundo :)

    Um beijinho, Graça

    ResponderEliminar
  6. que lindas flores, Graça.
    Adoro brincos-de-princesa.
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu, Laura. e estes ainda são dos que a minha avó plantou há muitos, muitos anos...

      Beijinho.

      Eliminar
  7. A "natureza" reflete os desmandos humanos!
    Mas, as flores sempre serão bem-vindas! Belas demais!
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente assim é: a natureza reflete os desmandos dos homens.

      Beijinho, Célia.

      Eliminar
  8. D. Dinis morria de espanto...
    Já disse à minha filha que se estes registos térmicos, se referem a alterações climáticas, morreremos fritos no Verão.
    Respondeu-me que não cria em tal, que o mais provável será
    termos o inverno em março e não termos verão...
    ~~~ Beijinhos preocupados ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa imagem de fritarmos no verão até assusta!!!

      Seja o que Deus quiser, né?... Adaptemo-nos!

      Beijinhos primaveris.

      Eliminar
  9. Há dias, colhi um morango bem vermelho no meio da folhagem velha de um canteiro. Também fiquei a pensar no desarranjo das estações, enquanto saboreava o fruto tardio.

    Bj.

    Lídia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Morangos em Janeiro? O que diriam a D. Isabel e o D. Dinis? O milagre dos morangos... :))

      Eliminar
  10. Pois eu ando deliciado com este tempo soalheiro e ameno, Graça. Sei que a chuva faz falta e o frio também,mas dou-me muito mal com eles.
    Bom ano de 2017

    ResponderEliminar
  11. Como tu sabes gosto de fotografar e tenho encontrado nesta altura flores lindíssimas, coisa estranha, mas está visto que o clima também anda meio desatinado.
    Pelo menos continuas com o teu jardim bem florido.

    Beijos Graça

    ResponderEliminar
  12. Por cá também ainda há malmequeres amarelos e hortenses, será que nós também estamos lindas/os e a rejuvenescer????
    Deus queira que sim :))
    beijinhos

    ResponderEliminar