sábado, 19 de março de 2016

Poema para os pais

Em jeito de homenagem aos Pais que por aqui passarem, fica o poema Para Ser Lido Mais Tarde do grande poeta Mário Dionísio. 


Um dia
quando já não vieres dizer-me Vem
jantar

quando já não tiveres dificuldade
em chegar ao puxador
da porta quando

já não vieres dizer-me Pai
vem ver os meus deveres

quando esta luz que trazes nos cabelos
já não escorrer nos papéis em que trabalho

para ti será o começo de tudo

Uma outra vida haverá talvez para os teus sonhos
um outro mundo acolherá talvez enfim a tua oferenda

Hás-de ter alguma impaciência enquanto falo
Ouvirás com encanto alguém que não conheço
nem talvez ainda exista neste instante

Mas para mim será já tão frio e já tão tarde

E nem mesmo uma lembrança amarga
ou doce ficará
desta hora redonda
em que ninguém repara


Mário Dionísio, in 'O Silêncio Voluntário'


(daqui)

14 comentários:

  1. ~~~
    Passam tão depressa,
    esses anos maravilhosos dos filhos, quando crianças!
    ~ Beijinhos, Graça.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  2. aos filhos reparamos
    em todos os momentos, em todas as horas
    mesmo nas redondas horas
    em que nada de importante parece ir acontecer

    depois acontece

    um simples apreço
    ou beijo
    ou um gracejo

    ResponderEliminar
  3. Que lindo texto!
    Beijinhos,
    http://sugarcandy.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  4. Uma escolha muito bonita para aqueles que conseguem ser especiais.

    Um beijinho, Graça, e um bom domingo :)

    ResponderEliminar
  5. Especial poema que dignifica o "pai" que assume e o "filho" que reconhece!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Gostei de conhecer o poema.

    Boa Primavera para ti , amiga

    ResponderEliminar
  7. Gostei do poema, não conhecia (mas queria que terminasse de outra forma)
    um beijinho e um bom Domingo

    ResponderEliminar
  8. As saudades que eu tenho desses tempos !
    Obrigado Graça pela boa escolha do poema do Mário Dionísio !

    ResponderEliminar
  9. O tempo passa tão depressa e deixa tantas saudades...

    Excelente escolha do poema amiga Graça!

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Fico feliz por ter feito uma escolha bem do vosso agrado.
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  11. Adorei a tua escolha. Conhecia o poema , mas já não me lembrava.
    Beijos Graça

    ResponderEliminar