quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Da série «Amor»



19 comentários:

  1. Olha a minha fotografia e as minhas palavras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério?! Peço-te desculpa - foi sem intenção... Achei, gostei, guardei e agora saiu.... Se são tuas, são umas lindas palavras... Beijinhos.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar

    3. Isto da Internet é assim... mas está tudo bem, estamos entre amigos! :)
      Aliás, fico super feliz por teres gostado, aliás já o tinhas manifestado no comentário que fizeste lá nos Jardins, na altura em que publiquei esta «Lettre D'Amour»

      Eu uso também muitas imagens da Net e textos escritos por imensa gente (todos nós o fazemos)... só que sou meticulosa quanto às fontes.

      Beijinhos e obrigada
      (^^)

      Eliminar
  2. Lindo poema, penso da mesma forma.

    Beijos Graça

    ResponderEliminar
  3. Há Amor eterno, eu sinto, eu sei do que falo!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Poderia ter sido escrito por mim, se para isso tivesse engenho e arte, que sentimento não me falta.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. ~~~
    ~~ Sim, senhora!
    Vamos ter grande celebração romanesca!


    ~~ Eurovision 1977.

    «L'amour c'est toi, l'amour c'est moi.
    l'oiseau c'est toi, l'enfant c'est moi.»

    Éramos umas meninas...

    ~~~~ Beijinhos. ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Éramos mesmo e já sabíamos o que é o Amor...

      Beijinhos.

      Eliminar
  6. A começar o Dia dos Namorados??
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  7. .... digo sim a um amor eterno; digo não quando deixa de o ser, embora fique... como dizer.... um doce amargo. Tenho (?) um desses, coisa "chata" pela nostalgia da lembrança...

    ResponderEliminar
  8. Bonito é!
    Que as palavras se soltem pois é tempo de namorar.

    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre é (bom) tempo para namorar... (especialmente para quem escreve tão belos poemas de amor...)

      Eliminar