quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

She

Uma das canções mais belas de sempre - She

A excelente versão de Charles Aznavour gravada em 1974





Em 1999, Elvis Costello gravou a deliciosa canção para o filme - também delicioso - Notting Hill.




Difícil escolher, mas... qual das versões preferem?

19 comentários:

  1. Gosto imenso da canção, tal como gostei do filme.

    Obrigada Gracinha por estes momentos de tranquilidade.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Gosto bastante, e a minha preferência vai para o Charles Aznavour .
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Apesar de tudo, continuo a preferir a versão original

    ResponderEliminar
  4. Ouvindo as duas, prefiro Charles Aznavour. Num cafe de paredes exteriores azuis em Portimao, na esplanada, numa tarde de verao, ouvir Charles Aznavour foi muito bom. Tirei na altura a foto a um copo de sumo de laranja... muito bom e muito caro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uhhhh! Que sorte, Catarina! (Apesar dos euros...)

      Eliminar
  5. Elvis Costello.
    Esta é a música do casal Coimbra.
    Divinal!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, Pedro!! Acertei em cheio!!
      Parabéns ao casal Coimbra pelo bom gosto!

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Ambas "as duas".
    O que essa música tocou cá em casa... nem digo quantas vezes vi(mos) o filme.
    :)

    ResponderEliminar
  7. ~ O grande Charles Aznavour completará, no próximo Maio, a bonita e venerável idade de 90 anos e festejou, no passado Janeiro, o 43º aniversário de casamento com a, então menina, sueca Ulla, a ""she"" da sua vida.
    ~ Que celebre as bodas de ouro da perfeita união de sangue viquingue e arménio!
    ~ Um grande amor semelhante ao de outro Charles, o saudoso Chaplin.

    ~ CA é um tenor que entoava notas próprias para barítono com alguma dificuldade, no entanto, o seu enorme sucesso estava no cunho dramático que emprestava às suas inesquecíveis interpretações.
    ~ A diferença que há entre estas duas versões, é a mesma que existe entre uma jóia rara e a sua pura imitação, ainda que primorosa.
    ~ ~ Beijnhos. ~ ~
    .

    ResponderEliminar
  8. Quem resiste a esta música :)
    A minha preferência vai para o Charles Aznavour, uma voz única !
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Não são comparáveis. Cada uma com seu estilo.

    ResponderEliminar
  10. A segunda...talvez porque foi a que escutei primeiro

    ResponderEliminar
  11. A segunda...talvez porque foi a que escutei primeiro

    ResponderEliminar
  12. Como eu previa, ganhou o Charles Aznavour! Eu também prefiro, mas somente pelo amoroso sotaquezinho francês...

    ResponderEliminar
  13. Estas e também a versão em francês: "tous les visages de l'amour": https://www.youtube.com/watch?v=mLLcR7FsBJQ

    :)

    ResponderEliminar
  14. As duas versões são espectaculares. Para mim a do Charles Aznavour tem outro encanto por ser de 1974. Lembram-se? Nessa altura a SHE era a LIBERDADE, a DEMOCRACIA, a ESPERANÇA, a SOLIDARIEDADE. Apesar de tudo o SHE mantém-se mas de forma diferente passou a ser a MISÉRIA, a MENTIRA, a DESTRUIÇÃO DE UM PAÍS, a TRISTEZA, a MORTE (nas suas mais variadas formas), a FEIRA DAS VAIDADES (olhe-se para a A.R.) D'Albano

    ResponderEliminar