terça-feira, 4 de dezembro de 2012

É do que precisamos!

Um pensamento apenas:


E agora dêem-nos armas, palavras, gritos, versos, poetas,
navalhas, baionetas
para destruir
esta maldita teia!

José Gomes Ferreira 
 


17 comentários:

  1. fantástico ...

    Obrigada pela visita ao novo blog (já adicionei de novo a Graça - como troquei de blog perdi todos os seguidores ... mas agora já a adicionei de novo! ) beijinhos

    ResponderEliminar

  2. Que, com o que tivermos à mão, os desfaçamos!

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
  3. Graça
    Sinto que este sentimento está a enraizar-se cada vez mais no espirito daqueles que cada vez menos nada têm a perder.
    Mas acho que os "outros" estão a ser também cada vez mais cúmplices e jogam no quanto pior melhor.
    Já ambos comentámos algo que me leva a pensar isso.
    Beijo
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  4. Gracinha
    Tem que se ir a mais alguns que estão fora deste (des)governo mas que manobram os cordelinhos...

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Do José Gomes Ferreira? Julgo que se trata do jornalista da SIC. Se é, digo eu: quem diria?

    ResponderEliminar
  6. "À dúzia é mais barato" e... "o que é barato sai caro".
    Muito!
    :(

    ResponderEliminar
  7. São só uma dúzia? Nã, devem ser mais!!!

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  8. Estes crápulas são os que dão a cara , mas os que os manobram são mais complicados de desalojar!

    Bons sonhos

    ResponderEliminar
  9. Eles lá se juntam...M.A.A.

    ResponderEliminar
  10. É o que falta, de facto. Urge agir!

    beijinhos, querida Gracinha

    ResponderEliminar
  11. Amiga hoje eu vim lhe oferecer dois selinhos, um de 700 seguidores e o outro de Natal.
    http://www.mariaalicecerqueira.com/
    Obrigada pelo carinho de sua presença lá no meu cantinho.
    Tenha uma linda tarde junto com o desejo de Feliz Natal.
    Abraço muito amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar

  12. Hoje não comento

    faleceu o Joaquim Benite

    ResponderEliminar
  13. Claro que são muitos mais, mas estes foram "os eleitos"... Falta ali o "nosso" presidente, o Soares dos Santos, o Borges, o Dias Loureiro, o Duarte Lima, etc, etc, etc.

    Francisco, é parte de um dos belos poemas do José Gomes Ferreira, o Poeta Militante, (1900 - 1985).

    Obrigada, querida Alice, pelos selinhos e pela simpatia. Lá irei buscá-los com muito gosto.

    Beijos.

    ResponderEliminar