domingo, 25 de setembro de 2016

Leiria Sobre Rodas

Começou aqui há uns anos a com a adesão de Leiria ao movimento das Cidades Europeias sem Carros. O dia 22 de Setembro. Uma completa ironia porque os leirienses abominam andar a pé - a não ser agora com a moda das caminhadas - e, muito mais abominam utilizar os transportes públicos que, diga-se de passagem, nunca prestaram para nada aqui - exatamente por isso!

Quando Leiria aderiu a esse movimento europeu, a "minha" escola entrou de imediato ao desafio - aliás como sempre nesse tempo entrávamos em todos os projetos inovadores - e pusemos algumas turmas na rua com os professores a desenvolver atividades e a fazer visitas a pé.

Com o passar dos anos e dada a inércia desta gente, a moda da Cidade sem Carros esmoreceu e acabou por cair. Agora celebra-se mais a Semana Europeia da Mobilidade que faz um apelo muito mais gritante à vaidade dos leirienses.

Foi nesse âmbito que a edilidade entendeu realizar uma enorme exposição de automóveis, motas e bicicletas. Foi este fim de semana no Estádio (sempre há que lhe dar utilidade e movimento...)

Claro que estavam lá representadas todas as marcas de renome que fizeram questão de apresentar as suas máquinas últimos modelos. Mas não foram esses que me interessaram.
Gostei mais de ver os mais antigos, os mais emblemáticos.

Deixo-vos aqui uma pequenina amostra das centenas de veículos apresentados.










































(As emblemáticas Joaninhas... Imaginam o que era ir de Sintra a Minde nos anos 50
numa Joaninha?! Pois... Nem queiram saber...)










(O Anglia Fascination - o carro dos meus sonhos nos idos de 60...)


(Igual ao nosso primeiro carro, em inícios de 70)


(Igual ao nosso segundo carro mas em azul escuro, em meados de 70. Era LINDO!!)

E destas duas, qual escolhiam?...





22 comentários:

  1. Não há dúvida que vives numa cidade que está (quase) sempre em Festa, Graça. Há-de haver sempre um evento interessante para os habitantes e visitantes se distraírem /enriquecerem. Culturalmente, falando, claro! :)

    Não sou lá grande apreciadora de carros, sejam antigos, sejam o último modelo topo de gama, seja qual for a marca.
    Mas acho interessante.
    Não vi aí o Fiat 606 que foi o meu primeiro carrito. :)
    De uma Lambreta é que eu gostava...em tempos e, agora, também não a recusava!! Podia ser a verde...eheheh

    Beijinhos, Graça!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que também não os vi lá, os teus Fiat 600. Mas eles eram tantos!!! Havia muitas Joaninhas e Fiat 500.
      Também não sou muitos fã de carros, mas enfim, lá fui vê-los.
      Também escolhia a verde, claro!!!

      Eliminar
  2. Das Vespas
    Escolhia uma qualquer
    Se fosse a do SLB conduzia eu
    A do SCP, a minha mulher

    as qualquer de nós daria boleia ao outro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre enamorados
      nem pelos clubes separados...

      Beijinhos verdes e encarnados...

      Eliminar
  3. Querida Gracinhamiga

    A VERDEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    (A Raquel ficava com a bermelha...)

    E só mais uma coisa: pobre do estádio continua às moscas; não fora os carros... Adoro os antigos.

    Bjs da Raquel e qjs do Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O quê? Um do verde e o outro do bermelho?!.... E como se entendem?!

      Beijinhos.

      Eliminar
  4. Gosto de carros antigos e fiz parte de um grupo de trabalho aqui que pretendia criar legislação para enquadrar os mesmos.
    Ficou no fundo da gaveta :(
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tantas ideias que nos ficam na gaveta, não é, Pedro? Enfim...

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Eu só fui por causa dos mais antigos, que eu não ligo nenhuma a carros...

      Eliminar
  6. Que belos exemplares!
    Uma boa semana.
    Beijos, Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre grata pelas suas amáveis visitas.

      Beijinho.

      Eliminar
  7. Pois, não sou muito de ligar a carros, mas a ver a exposição também me inclinaria mais para os antigos. Na adolescência sonhava ter um Dyane... :)))

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sonhos de adolescente... os melhores, não é, Teté?!

      Beijinho.

      Eliminar
  8. Que apresentação estupenda!
    São duas espécies de apresentação diferentes, a dos de museu
    e as últimas novidades...
    Adoro apreciar e rever os antigos, os primeiros dos meus pais foram um Saab antigo e um Anglia. Fico com saudades de os ver.
    Os suecos venderam recentemente a Saab aos chineses...
    Ontem encontrámos um carocha antigo no estacionamento do
    supermercado, ficámos a olhar como quem olha para uma pegada
    de dinossauro...
    ~~~ Beijinhos voadores ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quantas saudades das coisas dos tempos em que vivíamos com os nossos pais!... E no entanto... enfim!
      Vá, saudade, chega para lá!!

      Beijinhos piegas...

      Eliminar
  9. Amiga Graça , gostei da tua irónica introdução, já dos carros não me importava nada de ter o terceiro.

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ironia faz parte de mim, Fê... e olha que levei alguns tapas da minha mãe por causa disso...

      Beijinho.

      Eliminar
  10. Uma tarde diferente!
    Achei graça e talvez desse uma volta logo no primeiro :)
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Que belos e fantásticos carros,super antigos,adorei imenso a tua publicação!!

    ResponderEliminar