segunda-feira, 11 de maio de 2015

A Pia do Urso

Fica aqui perto, no concelho da Batalha, freguesia de S. Mamede, lá no alto da serra. 

Um local com raízes históricas e que foi (muito bem) aproveitado para ser transformado num belo e cuidado parque temático. 

Local a visitar! Foi o que fizemos no feriado do 1 de Maio com os miúdos.

Breves considerações históricas sobre a Pia do Urso

Já no tempo dos Romanos, o lugar de Pia do Urso era utilizado como ponto de passagem, restando ainda na localidade de Alqueidão da Serra (Porto de Mós), um troço da via então existente e que servia os grandes povoados, nomeadamente Olissipo (Lisboa), Collipo (Batalha/Leiria) vindo a cruzar-se depois na direcção de Bracara Augusta (Braga) a Mérida, então capital da Lusitânia.

Dada a morfologia do terreno existente – assente num maciço rochoso calcário esventrado por dezenas de reentrâncias nas rochas designadas por pias – este local constituía-se como o único de Porto de Mós a Ourém com grandes quantidades de água.

Já na Idade Média, mais precisamente em 1385, a Pia do Urso foi local de passagem das tropas comandadas por D. Nuno Álvares Pereira, na caminhada efectuada de Ourém a Porto de Mós com destino a Aljubarrota onde, nesse local, decorreu uma das batalhas mais decisivas para a afirmação da independência de Portugal.

O Condestável, de acordo com os relatos de então, terá aproveitado este local paradisíaco para efectuar uma paragem e, assim, descansar. As tropas lusas terão aqui recolhido algumas pedras lascadas utilizadas na Batalha de Aljubarrota.

Cerca de 500 anos mais tarde, o Concelho da Batalha, a Freguesia de São Mamede, e em particular o lugar da Pia do Urso, foi também ponto de passagem dos militares das invasões francesas, que por entre pilhagens e massacres efectuados, dizimaram populações e património.

Dada a singularidade do espaço natural onde está inserido, o lugar de Pia do Urso carrega em si um misto de fábula e magia.

Dizem os mais antigos que o nome se ficou a dever ao facto de um urso (provavelmente um Urso Ibérico) aproveitar uma das pias existentes no maciço rochoso e aí beber água com frequência.

A pia em questão apresenta um declive natural que facilitaria a este e a outros animais a ingestão do líquido, numa zona, recorde-se, densamente arborizada.
















































Que tarde bem passada!

22 comentários:

  1. Um sitio muito bonito onde passar parte do dia. De certo os miudos gostaram imenso.
    Abraco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostaram mesmo! Depois ninguém os aturava no carro - excitadíssimos com as corridas e brincadeiras ...

      Eliminar
  2. O Concelho da Batalha sendo pequeno e com recursos que podemos considerar modestos tem destas surpresas. Para além de Mosteiro que a maioria das pessoas já viu mas não conhece...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Mosteiro é lindo - e não apenas por fora. Para além do Museu eleito o melhor Museu Europeu do anos de 2012 e que é um espanto!

      Eliminar
  3. Completa novidade para mim.
    Sempre a aprender!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Batalha tem excelentes pedaços de História. É um pequenino concelho que é uma maravilha.
      Há que vir visitar com as meninas...

      Eliminar
  4. Bom dia Graça
    Conheço a Pia do Urso através de vários PPS que tenho recebido,mas ainda não fui até lá. Visitei outros lugares onde também fizeram a reconstrução.
    Haverei de ir também a este lugar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena ir visitar. É mesmo muito bonito e está muito bem arranjado.

      Eliminar
  5. ~ Para mim, foi tudo delicioso: o texto, as fotos, a reportagem fotográfica,
    o encantadora reserva ecológica e o parque infantil didático e interativo.

    ~ Uma mais valia interessantíssima para o distrito e para avós amorosas
    preocupadas em proporcionar aos seus 'pimpolhos' passeios divertidos e
    uma formação de qualidade.

    ~ ~ ~ Beijinhos gratos. ~ ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada uma vez mais pelas simpáticas palavras, Majo!
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Sabe Graça, adoro ler você, ver suas fotos e conhecer uma região encantadora! Obrigada!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Visitei o local há uns bons anos atrás, e gostei muito. Voltarei um dia destes, agora já com netos:-))))))
    Obrigada pelas informações históricas muito interessantes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto é um lugar encantador para os miúdos. A Primavera é uma altura ótima para passeios deste género.

      Eliminar
  8. Graça, muito muito interessante. O lugarejo tem um aspecto medieval, mas com ar muito limpo e agradável ! Acredito que tenha sido um passeio com os netos Muito Bom !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está realmente muito bem arranjado. Só não está bem sinalizado - como é habitual no nosso país....

      Eliminar
  9. Imagino como tenha sido bem passada, na companhia da tua princesa e príncipes!
    O lugar parece ser muito agradável, eu só conheço por ver fotos no face de uma amiga nossa, com os seus netos Dinis e Tiago :)

    Beijinho Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os miúdos adoraram andar por lá à solta....

      Beijinhos

      Eliminar
  10. Um local maravilhoso que conhecemos no verão do ano passado. Na altura estava em construção uma nova casa , à direita, quando se entra. Tivemos um bom almoço no restaurante. Sem dúvida que vale a pena conhecer.
    Cumprimentos,

    ResponderEliminar