terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O Rio Lis

Chove, chove, chove! Chove há três meses. Toda a noite e toda a manhã choveu, choveu, choveu. E o rio aqui na vizinhança transbordou.





As garças ao fundo









Rio Lena - Barosa (Ponte das Mestras)

A inteligente reorganização administrativa Relvas ligou as freguesias de Marrazes e de Barosa que, por acaso nada têm a ver uma com a outra (mas isso também não interessa nada!) e que por acaso o único ponto de ligação física que têm é a pequenina ponte da Cabreira. Ora hoje, a nova freguesia viu-se separada e dividida em dois porque o rio, zangado com (mais) aquela decisão política, extravasou e cortou a única passagem aos fregueses forçadamente unidos ...

11 comentários:

  1. Um rio com inteligência,
    devolveu as freguesias
    à procedência

    Transbordem fregueses
    copiem o vosso rio!

    (a natureza é que tem sempre razão e raramente se engana!)

    ResponderEliminar
  2. Muito semelhantes às imagens que recebi de Coimbra com o Mondego a galgar as margens e a inundar tudo em volta :(

    ResponderEliminar
  3. Desolador...
    Mas segundo a sabedoria proverbial, significa abundância, uma ventura que muito carecemos.
    Conformemo-nos.

    ResponderEliminar
  4. A boa nova é que os chinos vão baixar-nos a eletricidade. Não reclamem do S. Pedro que é nosso amigo.

    ResponderEliminar
  5. Relvas só foi bom a coordenar a sinistra campanha contra Sócrates e a inventar uma licenciatura que nunca teve!!

    Bisous

    ResponderEliminar
  6. Boa reportagem destes dia chuvosos-gostei das garças.
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. certamente que AMOR também está alagado... rss

    rio Liz - lugar de MILAGRES E ENCANTAMENTOS. vários...

    beijo

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar