quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O Pavão


Um espanto de beleza, não é? Via-os e ouvia-os - se bem que o seu grito seja feio e agressivo - no Parque da Liberdade (à época Parque Salazar) em Sintra. Os pobres animais levaram com o apodo de vaidosos porque «pavão» se chama a uma pessoa vaidosa. 

Mas são uma verdadeira maravilha da natureza! 

E para os "reabilitar" da imposta e suposta vaidade, deixo aqui dois poeminhas de 2010 de um senhor norte americano chamado Jamie Lynn Ball que me foi dado a conhecer pelo omnisciente Mr Google e de que me atrevi a fazer uma tradução caseira.


I saw this beautiful bird-like creature;
So unique, it's feathers form a fan-like feature.
I was surprised at the joy this brought,
As my eyes just focused on this peacock.
I was in a trance; feeling an aura around me;
A vision forever to be in my memory!


Eu vi esta bela criatura tipo pássaro
Tão único com as suas penas em forma de leque.
Que surpreendido fiquei com a alegria que me veio  trazer!
À medida que os meus olhos fixaram o pavão
Fiquei em transe, sentindo uma aura em meu redor
Uma visão que para sempre na memória vou reter!


Joy is a peacock-it's beauty so rare;
A rainbow of colors that vibrantly flare.
After the rain, brightly they come out.
Into a fan-like form, uniquely it creates;
Never forgot, this vision, joyfully it illuminates.
Bringing such happiness and peace my way;
All because a "little birdie" came my way!



Que maravilha é um pavão com a sua rara beleza;
Um arco-íris de cores que brilham vibrantes.
Depois da chuva elas aparecem brilhantes.
Não esqueço nunca essa visão que alegre me alumia
E que me traz tanta paz tanta alegria
Tudo porque um “passarinho” se atravessou no meu caminho um dia!

16 comentários:

  1. E pensar que o homem 'pavoneia-se' todo querendo ser o tal... Ah! A Natureza!! Bela tradução, teacher!
    Beijo.
    Célia.

    ResponderEliminar
  2. Por aqui costumam andar perto do Palácio de Cristal - já tentei fotografá-los, mas nunca consegui uma fotografia assim.

    ResponderEliminar
  3. as plumas, pois! belas...

    seriam perfeitos, não fossem as pernas!

    cumprimentos.

    ResponderEliminar
  4. E uma cantiguinha?
    Assim:

    "Lá no Mato-Grosso
    Andava tudo nu
    Com uma pena de pavão
    na mão
    e uma pena de peru
    no...
    ...Mato-Grosso,
    andava tudo nu"

    :))

    ResponderEliminar
  5. Estes pavões são lindos, os outros são uns parvalhões!

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Costumo vê-los aqui perto ( junto à Faculdade de Ciências) a pavonear-se.
    Um dia destes leio-lhes estes poemas, para ver como reagem :-)

    ResponderEliminar
  7. Estimada Amiga Graça Sampaio,
    Lindo adorei, bem como a tradução do belo poema.
    São lindos os pavões, quis a natureza que os machos fossem mais belos que as femeas.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  8. Há muito tempo que não vejo um pavão destes. Em tempos as suas penas serviam-me de marcadores de livros. Que barbaridade! ; )

    ResponderEliminar
  9. Era a alcunha do meu colega de estágio de advocacia.
    Não por ser bonito, mas por ter a mania que era.
    BFDS!!

    ResponderEliminar
  10. São sempre bonitos Graça.
    Esteja atenta,vou enviar-lhe mais alguns.

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. O pavão é realmente lindo!

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  12. Ao contrário dos humanos , nas restantes espécies animais , o macho é sempre mais bonito , mais vistoso e isso resulta no " courtship" que faz à fêmea. Na espécie a que pertencemos é o contrário...não sei explicar , mas que as mulheres se " pavoneiam" mais é uma realidade .M.A.A.

    ResponderEliminar
  13. Em Faro cruzo-me por vezes com os pavões do jardim da Alameda, de onde eles saem a passeio pelas ruas circundantes.
    Aqui perto de minha casa alguém deve ter pavões no quintal. Nunca os vi, mas quase todo os dias lhes ouço os gritos.

    ResponderEliminar
  14. Porque teremos a mania de chamar "pavão" a tanta gente que não merece ? Coitadinho do verdadeiro pavão que não tem culpa das analogias que fazemos!...
    É um poema lindo!

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  15. Ai o menino Rogerito, tão marotito!...

    Desculpem «ignorância de macaco», mas não sabia que os pavões machos são mais bonitos que as fêmeas; pensava que eram todos iguais...

    Obrigada, amigo Irlando! As suas fotografias são sempre lindíssimas!
    http://photosdeportugal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Gracinhamiga

    Pobres dos bichos, logo lhes havia de cair tal sorte no alto da moleirinha. Fartos de abrir o leque, as mais das vezes sem obterem resultado que se veja, são considerados de forma estranha: os machos são mais lindos do que as fêmeas. Olha se o vice os vê... Fica todo contente e, se ninguém repara, come-os...(*)

    Qjs

    Henrique
    ______

    (*) Honni soit qui mal y pense...

    ResponderEliminar