quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Nomes


Ele há cada nome! Já não bastava o belo nome de um local aqui perto de minha casa que é o Rego d'Água, e a já famosa aldeia da Picha no concelho do Pedrógão Grande aqui no Pinhal Litoral.

Então não é que hoje, no caminho de regresso a casa, fui descobrir um restaurante com este nome?


Sabem onde é? Quem quer avançar a resposta?


5 comentários:

  1. Posso responder?
    (mesmo tendo ir ver ao google?)

    ResponderEliminar
  2. Apesar de estar casado com uma neta de padeiro (Almeida) desconhecia as dita cujas. Depois de pesquisa fiquei a saber que se tratam de bolas de pão caseiro cozidas em forno a lenha, tradição antiga ali para os lados de Almeirim. Certo?
    http://caralhotasdacaldeira.blogspot.com/2008/01/um-alguidar-de-barro-e-fora-de-braos-so.html

    ResponderEliminar
  3. É o que faz não verem os programas culturais e que tais da RTP1.Este verão, em programa em directo,vi a Serenela Andradre em reportagem de Almeirim ou arredores apresentar, com grande euforia as caralhotas,e a razão da sua existênciaa.Em tempos menos abastados os restos da massa de pão que não chegavam para uma unidade e eram repartidas em pedaços irregulares que eram dadas à criançada depois de cozidas,claro.Pois,a partir daí não faltaram caralhotas nos ecrãs da TV.Até numa visita aos estúdios alguém resolveu levar as caralhotas da sua região,com chouriço,com...com...
    Até me lembrei de criar as caralhotas de Leiria para poder ir à televisão,mas recheadas com quê?

    ResponderEliminar
  4. É isso mesmo! É em Almeirim. É uma especialidade da terra, mas este é o nome de um restaurante onde devem vender as ditas...
    Mas não vi o programa da Serenela Andrade, não senhor! Mas porque não rechear as caralhotas de Leiria com a boa da morcela de arroz?

    ResponderEliminar