quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

A Primeira Lua de Inverno

(Do poeta sintrense M. S. Lourenço, pai do Prémio Pessoa 2016, meu vizinho durante anos e que nunca conheci...)


A Primeira Lua de Inverno
I

Repousa em redor a pequena vila.
Às luzes que cruzam a rua
Juntam-se lanternas de um fiacre.
Poluídos para alguns os frutos do dia,
Deixam o mercado agora ermo,
Sem uvas nem girassóis.
Ouve-se música através dos muros,
No jardim alguém tenta calar o apelo
De um amor recusado, ainda em chaga,
Mas na cascata a água precipita-se,
Fresca, num jorro rápido.

(Fonte dos Pisões)


II

Acabou o Sol & o sino da tarde leva
Os deuses, um a um, a um passado provisórios,
Donde irão emergir para o grande cisma
Do Inverno, o primeiro sopro do qual
Já se ouve subir os píncaros da serra.
Para a deusa branca chegou o fim do seu enigma,
A sua ruína coroa agora as ruínas do castelo:
Aqui morrem os deuses & as borboletas.
Rejeitados olhando apenas,
Recíproco, um brilho no vazio.


M.S. Lourenço (1936 – 2009) 

(O Caminho dos Pisões)



(Foto de Pedro Macieira)


11 comentários:

  1. Ó, a Lua

    E o vizinho
    que nunca tiveste conhecido

    Pois se ao menos
    o tiveras visto
    teria aproveitado
    para lhe agradeceres com um sorriso

    ResponderEliminar
  2. Querida Gracinhamiga

    CONTINHO DE NATAL

    Os Magos e o Menino


    Cá está ele o prometido continho de Natal que tenta ser iconoclasta e divertido q.b. Sai hoje na NOSSA TRAVESSA. Oxalá não achem muito exagerado… e comentem… E divulguem. Obrigado.
    Um bom Natal e o melhor Ano Novo para todas e todos

    Qjs & abçs do Henrique, o Leãozão


    ResponderEliminar
  3. Elementos interessantes, associados num 'post' de bom gosto.
    Apesar deste «grande cisma de inverno» - felizmente temporário
    - beijinhos calorosos, em quarto minguantíssimo...
    ~~~~~~~~~~~~~~







    ResponderEliminar
  4. Gracinha, Um Natal belo e poético!
    Passa bem na companhia de toda a familia.
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  5. De visita para te (para vos) desejar um excelente Natal, cheio de coisas boas e prendas a condizer (tu mereces).
    Beijos encharcados de sorrisos (e 1 abraço ao Sid)

    ResponderEliminar
  6. Gracinha um belíssimo momento onde a poesia lança a magia do luar!!!

    Um fim de semana repleto de paz natalícia ... condimentado com muito Amor familiar ... muitos sorrisos e excelentes partilhas!!!

    E ao "bater das doze badaladas" que seu coração se encha de ESPERANÇA em concretização de sonhos e projetos!!!

    Um beijo da amiga Gracinha!!!

    ResponderEliminar
  7. Com uma lua deslumbrante veio a poesia de M.S. Lourenço, que desconhecia. A primeira do Inverno. Embora já minguada ainda ilumina neste Natal.
    Boas Festas para todos.

    ResponderEliminar
  8. Os poetas da porta também podem fazer milagres.

    Desejo-lhe e aos seus, um Feliz Natal e um Novo Ano cheio de coisas boas, só coisas boas.

    Um beijo

    Lídia

    ResponderEliminar
  9. Boas Festas, meus queridos amigos!!

    Bom Natal com tudo o que há de melhor. Beijinhos "doces"...

    ResponderEliminar