quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Vamos tocar o disco?

Não sei, já não me lembro como nos encontrámos e como nos começámos a dar. No nosso curso nós éramos tantos! Era sempre o curso com mais alunos – a moda, o fascínio pelo Inglês. O certo é que, desde logo nos passámos a sentar sempre juntas nas aulas e a andar sempre juntas. Faculdade de Letras de Lisboa, Outono de 1966, 1º ano de Germânicas. Muitos caloiros chegados do Alentejo, todos muito queridos, muito simpáticos, mas aquela é que foi especial.

Ficámos amigas até hoje embora não nos vejamos há muitos, muitos anos. Nunca deixámos de nos lembrar uma da outra nomeadamente nas datas festivas.

Estudávamos juntas, partilhávamos apontamentos, almoçávamos juntas na Cantina da Universidade, escolhíamos juntas os horários e os professores. As brincadeiras loucas que fizemos nas aulas e fora delas! O que nos divertimos!

Confidentes de todas as horas e de todos os segredos sobre as nossas vidas, sobre os nossos “conversados” como dizíamos ironicamente usando o divertido vocabulário alentejano, elegemos uma canção da época como sendo a canção das nossas noites de núpcias – imagine-se a ingenuidade! – e sempre que nos referíamos a ter relações sexuais, falávamos em «ir tocar o disco» e ríamos, ríamos… Era um código. Tínhamos, de facto, os nossos códigos… Lembro-me de nos pormos a dizer frases da Crónica Breve de Santa Cruz (das extraordinárias aulas do nosso saudoso Professor Lindley Cintra) em português antigo junto dos colegas do Técnico e ríamos como tontas.

Hoje é o dia do aniversário da minha amiga de sempre do tempo da Faculdade e é em sua homenagem que aqui deixo o «disco» para quem o quiser tocar…


There’s a kind of hush… dos Herman's Helmits, 1967.  Tenho a certeza que ninguém se lembra…

Querem ouvir?


20 comentários:

  1. Nem eu me lembro de outra coisa, Graça! Mas quem cantava isto eram os manos Carpenters, este grupo não conheço ou não me lembro.

    Quando a ir "tocar o disco"...isso já são outros 500! Agora já não há gira-discos!!

    É tudo ouvido no Youtube.....

    Parabéns à tua amiga de folguedos e alegrias. Que conte muitos. e tu que continues a lembrar-te dela.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Não me recordo de quem cantava esta canção, mas que conheço a canção, conheço!
    Lá lá lá lá… lá lá…. Até eu sei cantá-la! Forever and ever… Olha como me estou a divertir. Vou ouvi-la de novo!

    ResponderEliminar
  3. Ó miga
    qu´er que lha diga
    a única cosa
    que se aproveta
    é a letra

    ResponderEliminar
  4. Lembro bem da canção, não de quem a cantava.
    De resto sempre temos alguém especial que recordamos toda a vida, seja da faculdade, da fábrica ou de ouro sítio qualquer. Também tenho a minha, embora não nos vejamos há anos.Parabéns à aniversariante e também a si pela lembrança.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Uma bonita homenagem a uma amiga que ficou para a vida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Lembro-me muito bem desta canção, mas em 1967 já não me divertia tanto ...já dava aulas.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já?! E eu ainda no 2º ano da Faculdade a portar-me como uma garota....

      Eliminar
  7. Se me lembro? Evidentemente que me lembro. Desta (que foi dos manos Carpinteiros) e também do "dia em que não havia leite).
    Ora toma!!!!

    Beijinhos cantados com sorrisos

    ResponderEliminar
  8. Com tanta parvoeira esqueci de felicitar o aniversário da tua amiga.
    Parabéns para ela e para a vossa looooooooonnnnnngaaaa amizade!

    ResponderEliminar
  9. ~ A descrição deliciosa
    de uma idade e de uma amizade muito especiais...
    Como era vasto o horizonte de sonhos a realizar!
    As maiores felicidades para ambas. Beijinhos. ~

    ResponderEliminar
  10. Os "rockistas" Herman's Hermits eram quase tão bons quanto os Beatles. Recordar é viver...E esta é uma boa homenagem à sua amiga. Muitos e muitos anos de vida para ambas, com tudo do melhor!

    ResponderEliminar
  11. Lembro a música mas, sinceramente não sei quem a cantava. Foi bom recordar.

    ResponderEliminar
  12. Olá Gracinha ! :)) ... Que maravilha manter-se assim uma Grande Amizade ! ... e então recordar todos esses "pormenores", delicioso ! :)))
    E quanto ao "There's a Kind of Hush", como não me lembrar ? ... mas creio que na versão dos Carpenters ! Não me recordo dos Herman's Hermits . :( ... mas a letra condiz com "Ir tocar o disco" ! heheheh

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Também me lembro muito bem, gostei dessa de ir tocar o disco :))
    Por aqui ia-se "pendurar o quadro" ahahaha.
    Divertidissimo. bs

    ResponderEliminar
  14. Uma bonita homenagem a uma amiga. Também tenho amigas assim que ficaram para o resto da vida... Lembro-me da música, sim, Graça.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  15. Então os meus amigos lembram-se do "disco" mas pelos Carpenters - eu, por acaso, não! Os Herman's Helmits eram talvez mais conhecidos pelo «No milk today» também bem gira!

    Grata pelos votos de parabéns para a minha amiga de sempre.

    Bom fim de semana, meus caros!

    ResponderEliminar
  16. Nada supera a amizade!
    Parabéns a ambas, por a terem cultivado!

    Beijinhos, Graça. :)

    ResponderEliminar

  17. Também conheço bem a música... mas na outra versão dos manos já ali em cima falados. 1967...? pois... esse ano diz-me quelque chose :))

    Hush Kisses
    (^^)

    ResponderEliminar