terça-feira, 3 de novembro de 2015

Gatices

Esta é a minha mesa de trabalho. Na tal sala dos quadros com os «peixitos, ou lá o que é»...



Muitas vezes, quando vou pôr-me a trabalhar, fica assim...








Hoje, com o tempo outonal que se fazia sentir, com aquela chuvinha chata que não dava para ir para o quintal pôr a barriguinha ao sol, foi assim...



E onde é que eu me sento?!...




32 comentários:

  1. Se eles ajudarem, perfeito!
    Na verdade, admiro a tua paciência. Eu não conseguiria trabalhar assim. ;)
    Beijo, Graça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São uns fofos, Isabel! Se experimentares, depois não queres outra coisa...

      Beijinho

      Eliminar
  2. Respostas

    1. Rogério,
      Telhado de zinco? Só se estiver quente! É que... "some like it hot"...
      (^^)

      Eliminar

  3. Graça,

    Gosto muito de gatos e gatas (ou não tivesse eu nascido no mês dos gatos)... mas na casa dos outros!
    hehehehe

    As fotos estão fantásticas.
    Beijos e miadelas...
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É como disse à Isabel: são una fofos... Se experimentasses, não querias outra companhia...

      Beijinhos e ronrons...

      Eliminar
    2. Eu sei como é...
      Nasci no campo, no meios de galinhas, gatos e cães...
      Mas a vida citadina não se coaduna com estas coisas!
      E para gato... chega-me o meu! ;))

      Miauuuuuuuuuuuu....
      (^^)

      Eliminar
  4. Eu sempre achei que os gatos tem prioridade! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E achas bem, Catarina. Eles só fazem o que querem, não vale a pena querer obrigá-los seja a que for...

      Eliminar
  5. Bom não se pode queixar, sempre são mais dois/duas ajudantes.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ajudam, ajudam.... a deixar tudo cheio de pelos...

      Eliminar
  6. rrss rrss

    Nesse aspecto, os cães são melhores...

    Bons sonhos com muitos ron-rons

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, não... gosto muito de cães, mas são muito mais cansativos...

      Beijinhos e ronrons...

      Eliminar
  7. Olha se o neto da tua vizinha estivesse aí?
    Gatos à mistura com peixitos, sardinhas ou lá o que é...dava cá uma salgalhada bonita!

    Com boa vontade todos coabitam e são felizes....
    Trabalhar com eles esparramados em cima dos livros é que não deve dar muito jeito, Graça!

    Gostei imenso do poema do Manuel Bandeira do post anterior.
    Lembrei-me logo daquele fado de Coimbra do Armando Góis (se não estou em erro)

    " Quando eu morrer... rosas brancas
    Para mim ninguém as corte
    quem as não teve na vida
    De que lhe servem na morte"...

    Penso o mesmo!

    Beijinhos e vou à deita que se faz tarde!

    Janita


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bonita a letra desse fado de Coimbra. Tanta gente que só dá flores aos seus depois de mortos e que em vida pouco ou nada lhes ligam...

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Se fosse o gato que a minha prima tinha já lhe estava era a papar as flores.
    O que ele se lambia com um raminho de rosas!!! :))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Nunca tal vi..... que divertido! Faço ideia como fica a sua prima quando isso acontece! :))))

      Eliminar
  9. Primeiro estão os gatos! Eles sempre escolhem os seus lugares prediletos para descansarem.

    ResponderEliminar
  10. Lindos bichanos que se aproveitam da bondade da dona para se refastelarem onde muito bem lhes apetece.
    Ocorre-me perguntar-te: o gato amarelo não gosta da tua escrita? É que, pela sua pose, dá ideia de não querer mesmo que continuis escrevendo!
    Onde te sentas? Faz como eles e senta-te na mesa, ora!
    Beijinhos abancados em sorrisos :))

    §- da Teté, sabes alguma coisa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente nada sei sobre a nossa amiga...

      Para que conste, o gato amarelo gosta de tudo em mim... especialmente que lhe dê de comer... eh eh eh...

      Eliminar
  11. Confesso que gosto mais de gatas :)
    O que me custa a desarrumação, Graça. Eu era lá capaz de me movimentar nesse estado de sítio!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estado de sítio?! Nem pensar! Está tudo no seu sítio. Eles é que se sentam onde lhes apetece. Se possível em cima do que eu estou a ler ou a escrever....

      Eliminar
  12. Que estarão os gatinhos à espreita? Dos gatos da dona?
    Que bonitos são!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São uns fofos... Bonitos porque são muito bem tratados, com todas as mordomias....

      Eliminar
  13. Graça sente-se com um ao colo. Ele iria gostar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, eu sei disso! Especialmente o amarelo adora sentar-se no meu colo!

      Eliminar
  14. Que engraçado! Lembrei-me do que me contaram de Manuel António Pina (quem com ele conviveu):
    - Entrem, entrem e sentem-se.
    - Olhávamos em redor e não havia espaço nos sofás, nas cadeiras, nas almofadas nos tapetes que não tivessem gatos. Ficávamos de pé a vê-lo, ilha, cercado de gatos por todos os lados. :)

    Beijo
    Lídia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que maravilha! Que maravilha ter convivido com MAP! Devia ser uma pessoa de uma sensibilidade especial... É bem conhecida a sua paixão por gatos.

      Beijinhos, Lídia.

      Eliminar
  15. Com gatos em casa, é assim. Eles é que mandam :)
    Estes são bem bonitos! Como que se chamam?

    Um beijinho, Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, MIss Smile, eles é que mandam!
      O amarelo chama-se Miminho por ser tão mimalho; a que está em cima da mesa é a Nikita e a mais velha e mais gorda que está debaixo da mesa é a Branquinha. Todos retirados da rua.... Taditos...

      Eliminar