terça-feira, 10 de novembro de 2015

Ironia



26 comentários:

  1. Ah, o que agora me interessa é recordar o quanto gostava desta colecção.
    Pedia sempre um exemplar pelo Natal.
    Beijo, Graça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também ainda guardo aqui por casa os das minhas filhas.... Elas adoravam!!

      Beijinhos

      Eliminar

  2. Curioso... aqui há uns anos, quem emigrou foi o Sócrates.
    O P.P.Coelho disse que ia ficar!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Pois que emigre e leve toda a sua troupe, para nunca mais voltarem!

    Abraço fraterno ,Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que era a nossa sorte, São!!! Mas não vai acontecer...

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Parece-me que há cá por casa um exemplar. Hei-de procurar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) Eu ainda guardo os das minhas filhas; mas não tenho este exemplar...

      Eliminar
  5. Respostas
    1. E é preciso rir, Pedro! Ou, pelo menos, sorrir...

      Eliminar
  6. Pois evidentemente! Mais uma prova de quão são perspicazes as mulheres...
    Beijos voando com sorrisos :-))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai deste mundo se não fossem as mulheres, Kok!!!

      Beijinhos divertidos.

      Eliminar
  7. Para os autores dos livros "Anita", o prémio Nobel da Literatura, JÁ!!!

    ResponderEliminar
  8. ~~~ Subscrevo o comentário da São.
    Nessa tropa deveriam estar incluídos os servos do canal público da RTP...

    ~ Entretanto, o referido leporídeo já começou a perder o pseudo charme.
    ~~~ Beijinhos.~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que eu gostei do «leporídeo»!!! Eh eh eh....

      Beijinhos divertidos, Majo!

      Eliminar
  9. Pois... devia levar mais uns quantos que andam por ai armados em velhos do Restelo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o velho que mora ali perto do Restelo, no palácio cor-de-rosa, também podia ir....

      Eliminar