sábado, 2 de agosto de 2014

Gaba-te, cesto!

Não se pode dizer que a rapariga tivesse mau gosto! E tinha apenas 16 anos.

Foi da primeira vez que viemos passar férias à Nazaré. Verão de 1964. Duas semanas em Agosto. Ainda não se vestia bikini por cá, nem o meu pai me deixaria alguma vez usá-los. Mas eu queria muito um fato de banho diferente, que arrasasse! E então imaginei um com uma alça apenas e com riscas enviesadas que descessem do lado da alça para baixo.

E aí “obriguei” a minha mãe a ir comigo procurar o fato de banho que tinha imaginado por tudo quanto era loja desde o Chiado até ao Rossio. (Era das poucas coisas em que a minha mãe me fazia as vontades: nas farpelas. Se calhar porque ela própria sempre gostou de se vestir bem…)

Quanto a encontrar o fato de banho de uma alça só, nada! E nem me escusei de ver na cara de algumas empregadas (nesse tempo não se chamavam «colaboradoras»…) um ar de espanto ou de troça, sei lá, quando lhes falava na peça de uma alça só.

Acabei por comprar um fato de banho lindo! azul escuro, de cintura descida com cintinho de malha e fivela de metal de onde subiam umas riscas encarnado escuro enviesadas que iam morrer nas alças. Nas duas, claro!

Não dá para ver bem porque a fotografia é antiga, pequena e a preto e branco, mas era muito elegante.



Ora todas estas lembranças me vieram à cabeça quando hoje, ao folhear o jornal, vi na rubrica “Moda de praia: novidades ‘made in Portugal’” esta maravilha de fato de banho!



Digam lá se a miúda tinha ou não tinha bom gosto?!... Só lhe faltam as riscas enviesadas... Além de que é muito mais caro...



13 comentários:

  1. Que pena a foto não ser colorida para se notarem as riscas porque a elegância nota-se e de que maneira!
    Ainda sou do tempo do fato de banho com saia...imagina! :)
    A minha mãe chegou a ser responsável pela secção feminina de uma fábrica de fatos de banho da família...eu tinha-os de lastex com padrões lindíssimos!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Por essa altura e da Nazaré só me lembro dos bolos "barquinhos de chocolate" e dos "Robertos".
    :)

    ResponderEliminar
  3. Que encanto de foto! Do tempo em que o tempo era todo nosso e tudo o que se imaginava podia acontecer...até um fato de banho com um alça só:-))))))

    ResponderEliminar
  4. ~
    ~ ~ Então, as riscas estavan na moda! O que eu comprei na mesma época também tinha um encaixe listado!

    ~ ~ Era um modelo juvenil, aderente ao corpo, em azul marinho.

    ~ ~Descendo da parte superior do peito, entre as alças, descia um encaixe em V, finamente listado no mesmo tom de azul e branco, na horizontal.

    ~ ~ Todo o charme provinha de um fino vivo, num lindo vermelho, que contornava o decote e descia pelo V, terminando com um lacinho no vértice que ficava à altura do umbigo.

    ~ ~ Gostei muito da compra, mas quem mais gostou, foi a minha saudosa e amada avó!

    ~ ~ Os meus pais ainda não estavam e eu fui fazer as compras com umas amigas.
    ~ ~ Então, para brincar com a minha avó, disse-lhe que ia comprar um biquini.
    ~ ~ Ela ficou alarmada, exigiu que me sentasse junto dela e explicou-me que as turistas que usavam tais peças, eram umas desclassificadas.
    ~ ~ Eu continuei com a brincadeira, muito séria, falando dos imperativos da moda.

    ~ ~ Só me apercebi da maldade que tinha cometido, quando cheguei com as compras-- a minha querida avó tinha passado a tarde sériamente enervada!
    ~ ~ E quando pensei que se ia zangar pelo elevado decote das pernas, disse-me que o fato era líndíssimo!
    ~ ~ Também gostou das sandálias, toalha e bolsa. (O que valia ser boa aluna.)
    ~ ~ Acabou por me vir dar parabéns pelas compras. Estava comovida! Tinha acreditado na minha brincadeira! Fiquei com remorsos e fiz-lhe nuitos mimos.

    ~ ~ Como foi difícil a adaptação das mentalidades ao uso do biquini!

    ResponderEliminar
  5. O fato-banho de 95 Eu. é caro... Mas muito mais interessante é o da foto anterior!

    ResponderEliminar
  6. Pois era, Majo, os bikinis eram um arrojo nos idos de 60. Tout seulement à Saint Tropez... e quem os usava tinha uma fama de desclassifacada como disse a tua avó...

    Usei o meu primeiro em 1969, depois de o meu pai ter partido... A minha mãe era mais "modernaça" nessas coisas, embora noutras nem por isso...

    Somos de uma época em que tudo aconteceu - de mau e de bom...

    ResponderEliminar
  7. Nunca usei fato de banho, só biquínis!
    Uma elegância que ainda hoje se mantém em ti Graça.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  8. ~
    ~ ~ Flor, a minha irmã é da tua idade e apesar de ser elegante, usou mais fatos
    do que biquinis, apenas por lhe parecer mais estético.

    ~ ~ Felizmente, devolveram aos fatos, o seu encanto e charme.

    ~ ~ Atualmente, há exemplares muito belos, no género do que a Graça mostrou,
    mas também, com sainha, muito elegantes, os quais despertam-me uma ternura
    muito especial.

    ~ ~ ~ ~ ~ Uma boa semana, com muitos mergulhos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  9. Flor, a minha filha mais velha quase nunca usa bikini... Gosta mais de fato de banho. E, no entanto é uma jovem alta e elegante (lá continuo eu: gaba-te, cesto!....)

    ResponderEliminar