quinta-feira, 26 de julho de 2018

Os Avós

Ai os dias de... E então este que parece ter sido "inventado" pelo Goucha ou alguém naquele programa das manhãs.

Só que de nada nos vale «remar contra a maré» especialmente quando ela é forte..

Assim, e porque eu adorava os meus avós maternos que tanto ajudaram na minha criação, deixo aqui um aforismo que encontrei na Casa Museu Roque Gameiro em Minde e que, posso dizer, me encheu as medidas - até porque os meus queridos avós, ou o que deles restará - foi em Minde que ficaram.




Honremos os nossos avós!

16 comentários:

  1. Eu adorava a avó Piedade. Da avó Carmo e do avô Manel quase não tenho lembranças. Viviam na Beira alta, só uma vez pelo Natal vieram ao Barreiro.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu adorava os meus avós maternos, especialmente a minha avó que me criou e que viveu comigo até quase ao fim da sua vida. Tenho muitas saudades dela.

      Beijinho de avó...

      Eliminar

  2. INFORMAÇÃO
    Acaba de ser publicado na Nossa Travessa o episódio n.º 9 da saga É DIFÍCIL VIVER COM UM IRMÃO MONGOLÓIDE desta vez com o título Vem à baila testamento.


    http://anossatravessa.blogspot.pt

    Como habitualmente voltarei depois para postar comentário.

    ResponderEliminar
  3. Uma pena as minhas filhas estarem a crescer longe dos avós.
    Paciência...
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre é possível... é pena.

      Beijinhos aqui da avó...

      Eliminar
  4. Quem ainda tem avós, que os estime. Gostei da publicação.

    Bjos
    Votos de uma óptima sexta-feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Larissa!

      Ainda não é avó ou ainda tem algum dos seus avós? Seja como for, amemos os nosso avós!

      Eliminar
  5. Não sei se já contei. (?)
    O Doutorado Físico Carvalho Rodrigues (pai do satélite português) quando foi entrevistado pela TV, relativamente ao deu feito e após uma boa conversa científica sobre o assunto, foi-lhe perguntado :
    Para si, eminente cientista que é, qual foi o maior invento do Séc. XX ?
    Resposta pronta : "Sem a mais pequena dúvida, foram os avós" ! "Sem eles como poderiam viver as famílias da segunda metade do séc. ? "...

    :)) Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade! Os avós são um enorme apoio!! (nem todos, mas enfim...)

      Beijinhos de uma avó para um avô... :)))

      Eliminar
  6. Avós das necessidades... Partilhemos afetos!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Tenho muito carinho pelos meus... apesar de só ter privado com a minha avó materna. Foi uma grande mulher (e não estou a falar da sua estatura) de quem tenho um orgulho enorme, já que saiu de Portugal sozinha aos 19 anos (isso em 1918) rumo à América saída do interior profundo da Beira Alta sem saber ler nem escrever ... nem nada da vida! Conheceu lá o meu avô e teve a sorte de decidir regressar a Portugal uns meses antes do Crash de 1929. Trazia a minha mãe no ventre...
    Já imaginaste o que lhe teria custado atravessar o Atlântico sido de barco... grávida!?

    Beijinhos emocionados
    (^^)

    ResponderEliminar