quarta-feira, 21 de março de 2018

Viva a Poesia!

Para saudar a Poesia, já que hoje é o dia dela, deixo aqui um belo poema do saudoso Manuel António Pina, que assim a define:

Poesia, saudade da prosa;
escrevia "tu", escrevia "rosa";
mas nada me pertencia,

nem o mundo lá fora
nem a memória,
o que ignorava o que sabia.

E se regressava
pelo mesmo caminho
não encontrava

senão palavras
e lugares vazios:
símbolos, metáforas,

o rio não era rio
nem corria e a própria morte
era um problema de estilo.

Onde é que eu já lera
o que sentia, até a
minha alheia melancolia?




25 comentários:

  1. Uma personagem e um escritor muito especial.
    Com efeito, nem todos os poemas são poesia...
    Aplausos vibrantes para a arte lírica suprema!
    ~~~ Beijinhos poéticos ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Majo. Ainda bem que gostaste.

      Beijinhos poéticos para ti também!

      Eliminar
  2. Pois que viva a Poesia! e todos os estilos (o estilo faz o homem! e o poeta também, digo eu de minha lavra)

    e o Manuel António Pina sabia da poda!

    beijo

    ResponderEliminar
  3. Um poeta e escritor que aprecio bastante e que infelizmente nos deixou cedo de mais.
    Um abraço e boa Primavera.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente deixou-nos (e aos seus gatos) muito cedo! Já vai fazer seis anos...

      Boa Primavera também para si.

      Eliminar
  4. Viva a Poesia
    que não tem hora
    nem dia
    dizemos todos à uma.
    Seja ela do Pina
    do Pessoa
    ou do Torga
    todos gostamos,
    ninguém se incomoda.
    Popular ou erudita,
    isso agora nem interessa
    poesia é poesia
    e cá pra mim não tem dia.

    Gosto tanto do Aleixo
    e da sua poesia certeira
    que não lhe matou a fome
    nem lhe engordou a carteira!

    "Sei que pareço um ladrão
    mas há muitos que conheço
    que não parecendo o que são
    são aquilo que eu pareço"

    Beijinhos, Graça. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bem, Janita!

      Muito grata pelos teus simpáticos versos. E viva a Poesia!!!

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Um autor que conheci e em contexto de sala de aula partilhamos belos momentos lendo e trabalhando algumas obras!
    Gosto do poema!!!bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que enorme privilégio!! Devia ser uma pessoa muito simples.

      Eliminar
  6. Gostei.
    No dia da poesia, nós Universidade Terceira idade festejamos com os miúdos do 3º e 4º ano na Biblioteca José Esteves. Uma surpresa para mim e para a neta. Primeiro foram as coçégas do Cante Alentejano, depois os miúdos com pequenos poemas feitos por eles, depois uma poetisa do Pinhal Novo e por fim fomos nós da Arte de Dizer com poemas próprios quem os tinha, e poetas consagrados quem só lê mas não escreve.
    Foi muito giro especialmente pelas idades
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bela iniciativa!!! Parabéns à tua escola senior!

      Beijinhos seniores...

      Eliminar
  7. Uma boa escolha para homenagear a poesia!

    Beijinho querida

    ResponderEliminar
  8. Isto dos "Dias de" tem que se lhe diga ! :)
    Sabes que no dia de ontem, 21/3, foi :
    O Dia da Poesia (e também)
    O Dia das Marionetas,
    O Dia do Síndrome de Down,
    O Dia para a Eliminação da Descriminação Racial,
    O Dia da Floresta,
    O Dia da Árvore,
    ... e curiosamente, a propósito deste último, ganhamos a eleição para a "Árvore Europeia" - O nosso Sobreiro "Assobiador", em Águas de Moura - Palmela, o mais votado a nível europeu.

    Abraço do Dia, Graça :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E parabéns para o nosso Sobreiro, que bem merece.

      Beijinhos assobiadores...

      Eliminar
  9. Curioso,
    esse poema de Pina
    também foi dito
    no "meu" evento

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um poeta e tanto! Por isso não é de admirar!

      Eliminar