quinta-feira, 10 de maio de 2018

Dia da espiga

Quinta-feira da Ascensão - dia de ir à espiga! 

(daqui)


Não sei porque dizem “Que espiga!” duma contrariedade.
A espiga é o símbolo da nossa esperança no porvir.
No raminho que dantes se apanhava neste dia
havia também a papoila, a risada da alegria,
e o raminho de oliveira, para que a luz nunca falte.
Irei ao campo em pensamento apanhar esses símbolos
para os pendurar por cima da lareira
que não tenho.
Vivemos quase todos longe do que é natural
a que a poesia nos regressa.

(Teresa Rita Lopes, in facebook)



“Se os passarinhos soubessem que era quinta feira da Ascensão, não comiam nem bebiam, nem pousavam os pés no chão.” (ditado popular muito antigo)

21 comentários:

  1. Respostas
    1. Bem se vê que não andou por cá na adolescência e na juventude...

      Beijinhos e papoilas.

      Eliminar
  2. Sim.Concordo com cada palavra. Mas as tradições tendem a acabar.


    Hoje:- "O meu ilusório, fluindo"

    Bjos
    Votos de óptima Noite

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E vão nascendo outras... sinais dos tempos...

      Beijinhos.

      Eliminar
  3. "Que espiga!" - Diriam se soubessem os passarinhos...

    :)

    Beijo
    Lídia

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Muito antiga cá por Portugal. O ramo de espiga com papoilas e folhas de oliveira para garantir o pão para o ano inteiro.

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Só me lembrei do dia, quando o marido chegou a casa com o ramo.
    Um dia ainda lhe contarei o que me lembra o dia da espiga.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Já nem lembrava a efeméride.
    Beijinhos, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para isso é que eu estou sempre a lembrar... :))

      Beijinhos e papoilas...

      Eliminar
  7. Bom dia. É uma tradição muito antiga e até maliciosa numa questão de palavra" Já foste apanhar a espiga?...Hum.... sorrisos.

    * Amar-te na periferia do Contratempo *
    .
    Cumprimentos Poéticos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos tradições bem marotas, lá isso temos...

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Eu andei feita tolinha pelos campos fora a apanhar o ramalhete que já está atado com uma fitinha de cetim vermelha atá ao próximo ano.
    Tive dificuldades em encontrar espigas, já que por aqui não há sementeiras de trigo.

    Beijinhos Graça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora é mais papoilas... e bem lindas!

      Beijinhos vermelhos...

      Eliminar
  9. Pois é Graça, o dia da Espiga, era o verdadeiro "Dia dos Namorados" em Portugal, como tu te deves lembrar. Não é aquela importação comercial do Dia de São Valentim. Temos a mania de importar tudo, quando nós portugueses, temos tantas boas tradições !!!

    ResponderEliminar
  10. a espiga é áspera!
    e antes do trigo (ou centeio) chegar à espiga ... há que passar uma "grande espiga", isto é, muito trabalho sofrido!

    (compreendo que a cultura "faceboqueira" não saiba)

    beijo

    ResponderEliminar
  11. Há muitos, muitos anos era o dia de estrear os vestidos novos de verão, e ir ao campo apanhar o raminho completo, com piquenique a seguir...como a vida mudou em pouco mais de meio século!

    ResponderEliminar
  12. Pois. O dia era de passinhos, passarinhos, flores e namoricos. Enfim, um dia de indulgência, quase plena, dos pais que soltavam um pouco mais as amarras da rapaziada.
    Agora, tarde piaste, a animação não tem hora nem dia. Pelo smartfone trocam-se, combinam-se flores, num instante.Sem espiga, sem espinhas.
    Gostei de ver recordada esta tradição cristalina. Será feriado no concelho da Marinha Grande por isso? Pelo cristal?

    Bj.

    ResponderEliminar