quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

"Indignação não chega para responder à crise"


PassosCoelho diz que "indignação" não chega para responder à crise.

O primeiro-ministro defendeu, esta quarta-feira, no Pátio da Galé, que "a indignação por si só não é suficiente" para "uma política de resposta à crise" e afirmou que perder de vista a "serenidade", "objetividade a "civilidade" causa "danos" à democracia.

Por isso, meus amigos, convido-vos a ouvir, sem perdermos de "vista  a serenidade,  a objetividade e a civilidade" este pequeno pequeno poema tão bem dito pelo nosso saudoso Mário Viegas.





11 comentários:

  1. Um texto de Mário-Henrique Leiria, uito bem interpretado por Mário Viegas. :)

    Beijocas, Graça!

    ResponderEliminar
  2. Claro que vou!
    Temos de marcar um ponto de encontro!

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Não haverá nêsperas para o coelho.

    ResponderEliminar
  4. "a indignação por si só não é suficiente", mas como é preciso começar pelo principio... indignemo-nos! Já!

    Sempre actual, Mário Viegas
    (os artistas não morrem)

    ResponderEliminar
  5. Como não se pode estar indignado!
    Os danos à democracia, ele chama de democracia, pois só se fôr para ele, para mim é algo que me foi imposto.
    Mário Viegas sempre actual, tal como muitos que partiram deixaram as suas obras, triste não existir que lhes dê continuação.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  6. Claro que não resolve mas pressiona quem tem que resolver !

    Compreendo que para ele e para o bando que o cerca seria bem melhor que estivéssemos rodos mortos, literalmente (principalmente os desempregados, os reformados....enfim, mais de metade da população)

    É por estas e por outras que vou à manifestação de 2-3-2013 e a todas as que vieram!!!

    Bons sonhos, GRACINHA

    ResponderEliminar
  7. E quão nêsperas temos sido?! Até amanhã, à 16h, na Fonte Luminosa.

    ResponderEliminar
  8. Todos (os moradores em Leiria e arredores) à Fonte Luminosa amanhã. às 4 da tarde!!!

    ResponderEliminar
  9. Se a indignação não chega, o melhor é passar ao passo seguinte. Mais radical, mas mais eficaz...

    ResponderEliminar