quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Feriados



Perante o anúncio orgulhoso e impante que o pequenito Marques Mendes fez da chegada ao nosso país dos técnicos do BCE que vêm «ajudar» o inepto deste PM arrogante e mentiroso que nos coube em sorte (ou em azar), para procederem à ultrajante e pretensiosa «refundação» (então para que foi aquela hipocrisia do discurso do Portas, antigo Paulinho das Feiras e dos Velhinhos Reformados, bem como a falácia do convite e da carta ao PS?!), eu acredito finalmente que este governo está por pouco. De modo que acredito também que não será a última vez que o Dia de Todos-os-Santos, bem como os restantes três feriados cortados em nome da produção (?!) será celebrado.

Mas se, por ironia do destino ou por um cúmulo de inércia e de indiferença deste povo que somos todos nós, a decisão de se trabalhar mais quatro dias no ano para mostrarmos aos povo do norte que não somos uma cambada de mandriões, se mantiver, será como se de feriados se tratasse já que, nessa altura já poucos de nós terão onde trabalhar...

Estaremos todos mais que refu(n)didos...

11 comentários:

  1. Seu humor ácido me fez, ainda assim, sorrir com suas metáforas existenciais! Puramente verdadeiras!
    Bj. Célia.

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo: este governo não se vai aguentar até lá! E já vai tarde... ;)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  3. Refundida e bem...que estes "fulanos" não são de fiar!
    Excelente e oportuno texto.

    Dão "cabo" do País...airosamente, já reparaste?
    E depois o Povo é que é o culpado...que não quis fazer sacrif
    icios. "Aguenta", diz o "outro"! Será que aguenta? Até quando?

    Um beijo
    BS

    ResponderEliminar
  4. Será que vão mesmo cair?
    Isso é que era uma prenda de Natal!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Quem me dera vê-los cair...cair de qualquer maneira e breve.Ando de tal maneira , sem esperança , que até me está a fazer mal à saúde.M.A.A.

    ResponderEliminar
  6. Minha querida, detesto - ai , como detesto este bando de escroques que parte do "melhor povo do mundo" escolheu para nos desgovernar _ mas, francamente,considero que Seguro errou com a "abstenção violenta", com a recusa de não se juntar às moções de censura do PCP E BE.

    Além disso, a UGT jamais deveria ter assinado aquele ataque feroz a quem trabalha e deveria juntar-se á greve Geral da CGTP (embora esta não devesse ter avançado sózinha)

    O PS tem a obrigação de saber ser impossível negociar com hienas !!

    Bom final de semana, Gracinha

    ResponderEliminar
  7. Estimada Amiga Graça Sampaio,
    Tive a paciência de perder umas horas vendo, através da RTPi a discussão do orçamento para 2013, perdi o meu tempo, afinal só ouvi babuzeiras e esse tal Portas a diecursar ao fim que mais valia estar calado já que ele o Portas das feiras e mercados é um troca tintas e um turista diplomático por essa razão ainda lá está e vai dentro de dias dar mais uns passeios cá para o oriente onde esteve ainda à pouco tempo.
    Esse marmelo do MM agora aprece dar ir dando notícias, já que deixou de fazer body sirf rsrsrs.
    Se estavamos mal pior ficámos veremos no que irá dar.
    Abraço amigo, votos de óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  8. Ouvi Vasco Lourenço dizer, numa entrevista, que Portugal está já sob uma ditadura.
    Assino por baixo, por cima, de lado, doesn't matter.
    Eles andam aí...

    ResponderEliminar
  9. O que mais me preocupa, Graça, é que estamos num país sem alternativas !
    ... de governo e de novas soluções e respectivos resultados ! :((
    Receio a "memória curta" dos portugueses !
    .

    ResponderEliminar
  10. Re-fu(n)didos e mal pagos, como sói dizer-se...
    Duvido que se faça alguma coisa que contrarie o rumo que tudo isto tomou; falar, muitos falam; fazer, é outra conversa!...
    BFS

    ResponderEliminar