quinta-feira, 25 de outubro de 2012

A culpa é dos socialistas!

O meu jornal diário disponibiliza um pequenino espaço no cantinho inferior direito de uma das primeiras páginas para publicar breves sms enviados pelos leitores. E eu, na minha forma anárquica e fragmentária de ler jornais, revistas e até textos em geral, acabo sempre por ler essas pequenas mensagens, esses pequenos pensamentos. Há os que me agradam e com os quais concordo, há outros que não vêm de encontro à minha forma de ver a realidade. Naturalmente!


Agora atente-se numa sms que veio a público hoje e que diz assim: «Os socialistas são únicos: primeiro arranjaram a crise que nos fustiga, depois pediram socorro à troika e agora apelam “à luta nas ruas”. E içam a nossa bandeira às avessas!»

O de comentários e observações me suscita este pequeno (porque curto e porque mesquinho) pensamento! Primeiro, que está na linha demagógica e manipuladora criada e posta a correr por uma certa área política sequiosa e ansiosa de “ir ao pote”, ainda utilizada hoje por algumas cabeças pensantes do governo para manterem a chama acesa (“Estamos a pagar a fatura da festa socialista.” disse, um dia destes, aquele ministro Álvaro) e tão apreciada por grande parte deste povo que, de uma maneira ou de outra, se tem deixado usar e enganar, por ignorância, por desinteresse, por indiferença, desde o tempo daquele rei que fugiu para o Brasil e o deixou abandonado à mercê dos poderosos invasores franceses.

Não se entende: a crise, diz-se, foi originada e desencadeada pelos socialistas; mas de há quinze meses para cá a crise passou a ser europeia e mundial até. Terão sido os socialistas os culpados desta hecatombe geral? Por outro lado, e se bem me lembro, não eram os socialistas quem queria “pedir socorro à troika”; lembro-me de ouvir a senhora Ferreira Leite dizer que “com as influências que o seu partido tinha na Europa”, rapidamente o país voltaria ao bom caminho. Por seu lado, o Parlamento também deu a sua grande ajuda ao não aceitar as medidas de poupança socialistas – para não falar na pressão e na ação desgastante do senhor presidente!

O senhor Mesquita que assinou o sms também se enganou quanto ao apelo “à luta nas ruas”. De facto não foram os socialistas que o senhor PM acusou no Parlamento de incitarem às manifestações de rua.
Quanto ao episódio da bandeira, já de mais foi dito sobre o assunto para se voltar à discussão, mas se o senhor presidente não estivesse tão imensamente tenso naquele momento, teria decerto dado conta do erro e logo se teria desfeito o embaraço. Imagine-se se isto tivesse acontecido com o presidente Soares…

Ou muito me engano ou daqui por vinte anos os socialistas ainda vão ser responsabilizados pelo terramoto de 1755!

18 comentários:

  1. Antes de chegar ao poder todos dizem que nunca se irão desculpar com os anteriores governantes para governar. Depois é o que se vê.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Atirar as culpas para cima do PS e do TC parec sr, cada vez mais, a única política deste governo e dos seus simpatizantes. Já não há pachorra!

    ResponderEliminar
  4. Estes governantes e os seus apaniguados são mestres na arte de sacudir a água do capote: a culpa das finanças do país estar como estão é do Sócrates (e então os trafulhas do BPN são uns santinhos, queres ver?), o Orçamento é exigido pela Troika (outra mentira chapada), as linhas do OE2013 foram traçadas devido à equidade exigida pelo TC e por aí adiante. Então afinal de contas eles são responsáveis porquê? Nem pela compra dos próprios carros (de custos exorbitantes), ao que consta. Vais ver que só escolhem o menú do almoço no restaurante e isto se o cozinheiro não os obrigar a pedir o bife do lombo au champignon em vez do linguado a la meunier... :P

    Quanto a esses parvos, possivelmente a soldo do PPC e afins, o melhor é nem ligar muito!

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  5. Chego a pensar que a culpa é do Afonso Henriques... mas a Espanha está como nós.
    :(

    ResponderEliminar
  6. Ou mesmo da crise de 1383/85! :-))
    Já nem os ouço!

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Passo e apoiantes são idiotas e pensam que as restantes pessoas também o são.

    A crise da Grécia foi provocada por um Governo de Direita, por exemplo.

    Bons sonhos e que as estúpidas criaturas que parte do melhor povo do mundo colocou no Poder ganhem juízo, assim como quem as escolheu !!

    ResponderEliminar
  8. A chamada classe média, que já era, agride-se (indirectamente) agredindo a sua classe dirigente... A culpa é deste, daquele e daquele outro. Não não é assim, é ao contrário... Coitada da classe média, que já era, tarde descobrirá que são as politicas seguidas o que a afundou... Claro que a crise veio de fora, prolongada cá dentro...

    Dois alertas:
    - há países que passam ao lado das crises, e as provocam
    - há países que passam ao lado das crises, e não assinam pactos de agressão

    ResponderEliminar
  9. Tantas contas a acertar...
    É mister memória ter
    E não nos deixarmos enganar.

    Faça-se justiça
    Todos os que nos roubaram
    que sejam justiçados!


    ResponderEliminar
  10. Um jogo verdadeiro! Busca-se ganhar e levar vantagens sempre! Na base do CQC = Custe o Que Custar!
    Bj. Célia.

    ResponderEliminar
  11. Culpados há tantos que isto de sacudirem a água do capote, suponho que já devíamos estar vacinados para este tipo de conversa fiada.

    Bjos

    ResponderEliminar
  12. Subscrevo o comentário da Luísa. A culpa é sempre dos outros. E então o Sócrates tem cá umas costas largas...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. Estimada Amiga Graça Sampaio,
    O que sei da política portuguesa é o que passa na televisão e os cortes nos subsidios que a nós nos veio a afectar, quando o dinheiro foi de Macau.
    O governo português em nada nos ajuuda e por cima vem entrar nos bolsos dos aposentados que foram obrigados a passar a receber pela CGA desde 1996, os milhões esses foram de Macau para nos pagarem, obras do Cavaco e depois dos socialistas são todos iguais.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  14. Sempre ando mal informado, e ademais estou longe. Vir aqui é adquirir informação, o que muito agradeço.
    Abraços de vida

    ResponderEliminar
  15. Eu é que agradeço as suas visitas, amigo Duarte!

    ResponderEliminar
  16. Amiga , estivesse eu " fina" como se diz por estes lados e ajudava-a a desancar neles...M.A.A.

    ResponderEliminar