domingo, 20 de novembro de 2011

Natureza-morta na Gulbenkian


Ontem, aproveitando uma reunião do meu marido em Lisboa, lá consegui escapar-me também para a terra de todos os prodígios deste nosso beatífico país à beira-mar plantado e fomos ver a belíssima exposição sobre o tema Natureza-Morta na Europa, séculos XIX-XX, que está disponível na Gulbenkian para ser visita até 8 de Janeiro próximo. Conta com a presença de pintores de enorme referência internacional como Cézanne, Braque, Juan Gris, Manet, Monet, Gaugin, Latour, Renoir, Van Gogh, Charles Aubrey, Ardengo, Picasso, Matisse, não podendo esquecer portugueses como Vieira da Silva, Amadeo Souza-Cardoso, Eduardo Viana, Mário Eloy.
Foi realmente uma manhã de grande deleite a deixar entrar os encantos destes e de outros artistas nos olhos e no coração.
Eram todos tão belos que apetecia transpo-los todos para aqui, só que eram tantos, além de que não se podiam fotografar, naturalmente! Deixo aqui apenas  alguns que consegui copiar da net.


 Picasso


 Van Gogh


Monet


Renoir


Cézanne


Manet

(ainda) Cézanne
 
 
 Matisse
  

 Gauguin
 
 
 Juan Gris

 
(O muito nosso) Amadeo Souza-Cardoso 
 
 
 Eduardo Viana
 
 
Mário Eloy (meu conterrâneo...)


Maria Keil


E a grande Vieira da Silva


 Ah! E o telefone afrodisíaco de Salvador Dali...
 
 

19 comentários:

  1. Vamos a ver se consigo lá ir na terça uma vez que mais uma "revisão" cardiológica me vai levar amanhã ao HSM.
    O último "expresso" torna-se um pouco apertado para o regresso no mesmo dia por isso há que mergulhar nas oportunidades que a grande cidade nos dá, a nós que vivemos "exilados" na província! :-))
    Bela amostragem!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Ai...escapaste...
    E muito bem...porque tens aqui coisas lindíssimas, minha querida...
    O telefone e algumas telas...que bem ficavem na minha sala....

    Parabéns

    ResponderEliminar
  3. Também queria ir...ainda vou tentar, mas se não conseguir, pelo menos aqui fiquei com uma ideia de como será :)

    ResponderEliminar
  4. Uma exposição a não perder para quem gosta de pintura e que vive perto da Capital.

    Obrigado pelas foto. Belissimos quadros - pinturas

    ResponderEliminar
  5. Tivemos um sábado semelhante, Carol! Fomos ambas ver uma exposição de pintura. Essa também não se deve perder. Embora a natureza-morta não seja a que mais aprecie, gosto muito de alguns pintores cujas obras aí estão a ser exibidas. Também gostei muito de ver os quadros de Eduardo Viana e Mário Eloy. Um post muito informativo. Thanks! : )

    ResponderEliminar
  6. Belas postagens! Cultura de encher olhos e coração! Parabéns! Abraço, Célia.

    ResponderEliminar
  7. Vim eu aqui espreitar a pensar noutras pinturas, que não pude ir ver por "estar a morrer" (mas ainda não foi desta... :D
    Tenho a visita programada para a próxima semana. Vejamos se nada falha.

    ResponderEliminar
  8. ...e os olhos assim se distraíram com o que viram

    ResponderEliminar
  9. Nunca gostei da expressão "natureza morta" e ciente que gosto de paradoxos....

    Um dia deste tenho que me curar:)

    ResponderEliminar
  10. Pintura é uma das minhas paixões, a par da música. Só que neste campo, sou um mero aprendíz de aprendíz, e há muito que não pratico, e sem trabalho nada se faz.
    Isto é uma delícia!

    ResponderEliminar
  11. Prefiro exposições de natureza viva... Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. Deliciei-me com estas naturezas-mortas. Faltei lá eu.

    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Quase me fizeste sentir inveja!
    Mas... até princípios de Janeiro os problemas de saúde devem estar resolvidos, e então lá iremos.
    Conseguiste uma boa amostra na Net.
    É difícil dizer quais os meus preferidos, porque gosto de muitos - Monet, Renoir, Cézane, Manet... e dos outros também :)))

    Obrigada por teus votos de melhoras.
    Boa semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. É mesmo um momento único, quero ver se vou lá 2ª vez...as imagens estão óptimas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  15. Querida Carol, adorava ir ver essa exposição! tenho de agendar uma ida à capital, está visto! ;)

    ResponderEliminar
  16. O curioso no meio de isto tudo , é que a maior parte de nós não visitamos o que é bom. Vamos para o futebol, pelo menos assistimos a cenas desagradabilíssimas. Vá-se lá entender...

    ResponderEliminar
  17. Olá, amigo João! Que bom vê-lo por cá! Espero que essa saúde esteja melhor. Tem razão, quanto ao futebol... mas olhe que vale a pena fazer como a Turista: agendar uma ida à capital e ver a exposição e não só!

    Beijinhos

    ResponderEliminar